Qual será o futuro da auditoria com a transformação digital?

 

Você sabia que a transformação digital permite que o fluxo de informações de uma empresa seja controlado e organizado por meio de sistemas específicos?

Nesse cenário, dados corporativos relacionadas à contabilidade, finanças, fiscalização, aos recursos humanos, aos suprimentos e às vendas, por exemplo, ficam armazenados em softwares integrados, o que garante muita mais eficiência e segurança nos processos de uma organização.

Quando falamos em auditoria, é provável que você esteja se perguntando: quais foram as principais mudanças causadas pela transformação digital e como isso interfere na área de contabilidade? Como isso impacta o futuro da auditoria?

Se essas são algumas das suas preocupações, este é o lugar ideal para você! Acompanhe o texto e saiba as respostas para esses e outros questionamentos.

Quais processos podem sofrer mudanças

Tarefas repetitivas e baseadas em cálculos que seguem regras, processos e procedimentos serão afetados não apenas pela Inteligência Artificial (IA), mas também por tecnologias anteriores, como a automação e a robotização.

Isso porque hoje é possível criar softwares com um conjunto exclusivo de regras. Já que os embasamentos contábeis não mudam, uma máquina poderá fazer trabalhos diversos de maneira rápida e eficiente.

A IA, por sua vez, vai atuar na interpretação de alguma mudança na lei, na alteração do contexto ou na mudança da conjuntura de uma situação específica. Essas modificações permitirão ao contador escolher entre uma interpretação ao pé da letra ou uma um pouco mais ampla, por exemplo.  

O que é Inteligência Artificial

Mas, afinal, o que é Inteligência Artificial?

Basicamente, se trata de uma máquina que interage em linguagem humana, isto é, há o processamento da língua natural. Da mesma forma com que você conversa com seu chefe, você passará a conversar com o computador — você o entenderá e será entendido por ele.

Para comparar a IA com a tecnologia disponível hoje em qualquer smartphone, imagine a seguinte situação e tente relacionar com o futuro da auditoria: você digita no buscador da web o seguinte texto “imagens de animais, menos de elefante”. O que você acha que vai acontecer?

Certamente vão aparecer várias imagens de elefantes. Isso ocorre porque a linguagem se desenvolve por meio de palavras-chave. Dessa forma, o que a máquina vai entender é a palavra “elefantes”, ou seja, não é considerado o contexto.

Esse é o grande diferencial da IA: entende-se a lógica. Por esse motivo, não é preciso elaborar a pergunta pensando na melhor palavra-chave, uma vez que o computador entende o contexto da conversa e busca a melhor resposta.

Por meio dela, por exemplo, é possível ler dois mil documentos sobre acidentes de carro e montar o ranking dos modelos que mais se envolvem em acidentes. Pode-se verificar também que o carro “x” na maioria das vezes causa acidente por falha nos freios, por exemplo.

Com esse tipo de tecnologia, as informações são lidas da mesma forma como nós fazemos, porém, bem mais rápido.  

Os Cinco Is e o futuro da auditoria

A auditoria tradicional, em sua maioria, ainda olha para o passado. Basta pensar no tempo entre o fechamento de um balanço, a divulgação da interpretação dos dados e o uso dessas informações na efetivação para melhoria de um processo, por exemplo.

Isto posto, é preciso olhar para o futuro a fim de ter mais agilidade, eficiência, inovação e foco na tecnologia e na auditoria digital.

Para isso, é preciso desenvolver ou mesmo aperfeiçoar algumas características conhecidas como os Cinco Is da auditoria do futuro. Tratam-se de cinco qualidades que auxiliam na revolução que o auditor necessita para se manter atualizado. Vamos conhecer cada uma delas adiante.

1. Intelligence (inteligência)

Sem estudo e treinamento nada acontece. É preciso focar no aperfeiçoamento constante, informando-se sobre as novidades da área e buscando aplicar cada novo conhecimento.

2. Intuition (intuição)

Acreditar na experiência e tomar atitudes no calor do momento às vezes agiliza resoluções, transmite confiança e gera transparência.

3. Information (informação)

Tomar uma atitude exige conhecimento sobre inúmeros fatores que possam interferir no processo, é preciso ser proativo e prospectivo no planejamento.

4. Integration (integração)

É preciso ir além dos muros da empresa e dos limites territoriais, por meio de um pensamento global e adaptado à realidade de atuação.

5. Insightful (esclarecimento)

Tornar uma informação clara exige profundo conhecimento, o que transmite confiança e permite decisões mais assertivas.

Inteligência Artificial na prática tributária

A Inteligência Artificial já é muito usada e gera resultados positivos e significativos para o futuro da auditoria. Uma demonstração disso é o auxílio na identificação de fraudes na administração fazendária por meio da interpretação de milhões de dados estruturados e não estruturados, a fim de estabelecer conexões.

De forma mais simplificada, imagine a empresa A, multinacional com passivo grande, e a empresa B, com poucos funcionários e passivo muito pequeno. Em comum elas têm o mesmo contador. Constata-se, por meio da IA, que a menor recebe muitas notas fiscais da maior e que, por sua vez, gera notas em um ciclo sem fim.

Perceba como não se trata apenas do cruzamento entre números de CPF ou de CNPJ. A busca vai mais a fundo e engloba até mesmo publicações em redes sociais que demonstram a má aplicação do dinheiro. Tudo é considerado. Com a aplicação desse recurso os resultados são mais efetivos.

Treinar a máquina: a profissão do futuro na auditoria

Nos estados Unidos, já é realidade a profissão de treinador de Inteligência Artificial, que nada mais é do que uma pessoa responsável por transmitir seu conhecimento para que a máquina aprenda a realizar diversas atividades.

São esses profissionais que vão sobreviver às mudanças. Por mais que haja sempre a discussão de que profissões serão substituídas por máquinas, a verdade é que a criatividade é característica imprescindível e exclusiva do ser humano.

Hoje, por exemplo, há um curso de inglês no mercado desenvolvido por meio da IA e baseado em um ensino adaptativo, ou seja, que considera que as pessoas possuem níveis de conhecimento diferentes, a fim de ensinar o que cada um realmente precisa.

Ele se conecta a um programa streaming de música e seleciona aquelas que você ouve com frequência para usar trechos nas aulas. Tudo é feito por meio de Inteligência Artificial, mas a ideia inicial exigiu a criatividade e visão de um ser humano.

Então, você é capaz de controlar a máquina ou ela vai controlar você? Essas são as características do mercado daqui para frente. O futuro da auditoria reserva grandes ganhos para quem estiver preparado, por isso a atualização é sempre um bom caminho para ascensão na carreira.  

Gostou do conteúdo e quer ficar sempre bem informado sobre as inovações nas áreas contábil, fiscal e tributária, de marketing e de gestão de pessoas? Então, assine nossa newsletter e receba informações atualizadas por e-mail!