Comissão Própria de Avaliação - CPA

A Comissão Própria de Avaliação – CPA tem como o objetivo realizar avaliações com base nos referenciais do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES, conforme Lei 10.861/2004. 

De acordo com o documento da Comissão de Avaliação da Educação Superior – CONAES intitulado. Diretrizes para a avaliação das Instituições de Ensino Superior, as Comissões Próprias de Avaliação – CPA’s, integram o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES. Estabelecem que as CPA’s sejam o elo com este último, ou seja, permitem associar seu projeto específico de avaliação institucional ao conjunto do sistema de educação superior do país.

A CPA deve observar o caráter público de todos os procedimentos, dados e resultados dos processos avaliativos, levando em consideração, em suas atividades a avaliação e sistematização das 10 (dez) dimensões do SINAES.

A CPA da FACULDADE BSSP está composta por representantes da comunidade acadêmica: Corpo Docente,  Corpo Discente, Corpo Técnico-Administrativo e da Sociedade Civil.

A CPA é composta pelos seguintes membros:

I – 1 (um) representante Docente;

II – 2 (dois) representantes Técnico-Administrativo, sendo um Coordenador da CPA;

III – 1 (um) representante Discente e,

V – 1 (um) representante da Sociedade Civil.

A CPA segue as normas regimentais, bem como as normas legais pertinentes ao Sistema Federal de Ensino. Também conta com o apoio operacional e logístico da Faculdade BSSP e com os recursos orçamentários para este fim. Além disso, a CPA deve observar o caráter público de todos os procedimentos, dados e resultados dos processos avaliativos, levando em consideração em suas atividades:

A missão e o PDI estabelecidos;

• A política para o ensino, a pesquisa, a Pós-Graduação, a extensão e as respectivas formas de operacionalização, incluídos os procedimentos para estímulo à produção acadêmica, à monitoria e demais modalidades;

• A responsabilidade social da Instituição, considerada, especialmente, no que se refere à sua contribuição em relação à inclusão social, ao desenvolvimento socioeconômico, à defesa do meio ambiente, à conservação da memória e do patrimônio cultural, bem como à produção artística e cultural;

• A comunicação com a coletividade local e regional;

• As políticas de pessoal, inerentes ao corpo docente e técnico-administrativo, com vistas ao aperfeiçoamento e desenvolvimento profissional, bem como às condições de trabalho desses profissionais na instituição;

• A organização e gestão da Instituição, especialmente, quanto ao funcionamento, à representatividade acadêmica, bem como à independência e autonomia dos colegiados e à soberania de suas decisões;

• A infraestrutura física dos espaços destinados ao ensino, à pesquisa, à biblioteca, à convivência, aos sistemas de informação e de comunicação;

• O planejamento da autoavaliação institucional, com vistas ao resultado e à eficácia do processo avaliativo;

• As políticas de atendimento aos docentes, discentes e administrativos;

• A sustentabilidade financeira da Mantenedora, tendo em vista a continuidade dos compromissos inerentes à manutenção da oferta da educação superior à comunidade local e regional; e,

• Outras dimensões julgadas pertinentes a instituição.

Na condução dos processos internos a CPA tem como princípio básico assegurar o cumprimento do processo de avaliação da Faculdade BSSP, nos termos da legislação mencionada, e tem as seguintes atribuições específicas:

• Organizar a estrutura e a execução do Programa de Avaliação Institucional;

• Promover encontros, seminários e reuniões de estudo sobre a Avaliação Institucional;

• Promover e divulgar a importância dos trabalhos em Avaliação criando um espírito de coletividade e corresponsabilidade entre todos os seguimentos envolvidos nas atividades referentes ao Programa de Avaliação Institucional;

• Preparar e aplicar os instrumentos de avaliação do Corpo Docente, Discente e Técnico-administrativo, nas áreas de ensino, pesquisa e extensão; Viabilizar a coleta e a análise dos dados coletados visando ao diagnóstico da situação institucional;

• Avaliar e considerar administrativamente a situação institucional a partir da pesquisa aplicada; Preparar e promover encontros didático-pedagógicos com o corpo Docente da Faculdade; Propor soluções para os problemas detectados, desenvolvendo novos projetos para a melhoria e ampliação dos serviços prestados pela Faculdade BSSP.

• A autoavaliação da Faculdade BSSP, em plena consonância com o SINAES, é realizada anualmente junto à comunidade acadêmica através do Programa de Avaliação Institucional.

O Programa vem estruturar as condições para a efetivação de um sistema de autoavaliação. As pesquisas envolvem toda a comunidade acadêmica num esforço de diagnosticar as possíveis falhas ou os pontos de qualidade dos aspectos pedagógicos, administrativos e de infraestrutura. Este diagnóstico subsidia um Plano de melhorias para cada período letivo. O plano de melhoria é assumido como meta executiva por todos segmentos institucionais, considerando suas especificidades. Ao final de cada período de vigência do Plano, este é submetido a um exame da execução e do alcance dos objetivos e melhorias efetivadas a partir dele.

As reuniões dos membros da CPA são realizadas uma vez por semestre. Quando necessário é marcada uma reunião extraordinária, com quorum de 50% de seus membros presentes, com intuito de analisar as diretrizes, políticas, relatórios e propostas inerentes à avaliação efetivando as ações operacionais relativas do Projeto de Avaliação Institucional.